51% do trigo na Argentina está afetado pelos excessos hídricos, diz Bolsa de Buenos Aires

Publicado em 06/10/2017 09:16
86 exibições

LOGO nalogo

Na Argentina, o trigo está passando pelos últimos estados de desenvolvimento. De acordo com o Panorama Agrícola Semanal (PAS) da Bolsa de Cereais de Buenos Aires (BCBA), os rendimentos devem ficar abaixo da média histórica.

Cerca de 51% dos 5.450.000 hectares plantados se encontra afetado pelos excessos hídricos que limitam o acesso dos produtores ao campo para realizar controles sanitários e aplicações de fertilizantes.

No centro da região agrícola, há áreas em estados reprodutivos iniciais em boas condições. Entretanto, no centro e no sul da área agrícola as chuvas acumularam novos excessos hídricos, afetando a condição do cultivo.

A nível nacional também persiste a presença de doenças foliares, o que fez com que alguns produtores realizassem uma segunda aplicação de fungicidas.

Na região centro-norte de Santa Fe, os rendimentos esperados podem ficar entre 2700kg a 3100kg por hectare em locais que não sofreram com os excessos hídricos.

Por: Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário