Com colheita irregular, produção de arroz deve ficar por volta de 1,2 mi t na Argentina

Publicado em 13/06/2018 09:50
41 exibições

A colheita de arroz foi bastante irregular na região Litoral (Misiones, Corrientes, Entre Ríos, Formosa, Chaco e Santa Fe) da Argentina, com produtores que conseguiram rendimentos de mais de 9000kg por hectare e outros que não chegaram aos rendimentos mínimos para salvar os custos, com apenas 4000kg a 5000kg por hectare colhidos. Apesar destes contrastes, se estima que a produção do cereal vai ser similar a do ano passado, ou seja, por volta das 1,2 milhões de toneladas.

"A verdade é que esse foi um ano de extremos. Na primavera nós não pudemos preparar o solo a tempo por conta da umidade excessiva. Depois, veio a pior seca em 50 anos, com muitos produtores abandonando áreas por falta de água. No final do ciclo, a colheita atrasou por conta das constantes chuvas que provocaram dificuldades para entrar nos campos por conta do estado dos caminhos rurais", contou o produtor José María Guidobono, que planta em Entre Ríos e Corrientes, ao Clarín Rural.

Neste cenário produtivo, a Bolsa de Cereais de Entre Ríos informou que o rendimento médio, até agora, é de 7800kg por hectare na província, onde se encontra a segunda produção mais importante do cereal no país. Foram 62.650 hectares plantados.

Em Santa Fe, o Sistema de Estimativas Agrícolas (SEA) da Bolsa de Comércio de Santa Fe destacou que os rendimentos oscilaram entre 6000kg e 6500kg por hectare, com 31.680 hectares plantados.

Tradução: Izadora Pimenta

Fonte: Clarín

Nenhum comentário