Taquari (SP) dá início à colheita do arroz

Publicado em 25/01/2019 16:17
54 exibições
Na propriedade da família Bizarro, a estimativa de rendimento é de 150 sacas por hectare, dez a mais do que em 2018

 As máquinas já estão na lavoura de arroz para colheita da safra 2018/2019. Na propriedade da família Bizarro, na localidade de Costa do Santa Cruz, o trabalho começou na segunda-feira. Nesta etapa são 22 hectares, que devem render 150 sacas/ha, dez a mais do que na safra de 2017/2018, prevê o engenheiro agrônomo Romeu Casanova. Ele destaca que a produtividade está dentro do padrão, considerando o tipo de solo e de semente, "do cedo". No município, diz ele, o rendimento deve chegar a 170 sacas/ha, porque são cultivadas outras variedades.

A equipe do 28º Núcleo de Assistência Técnica e Extensão Rural (Nate) do Instituto Rio Grandense do Arroz, com sede em General Câmara, acompanha a colheita. Essa é a primeira lavoura da região do 28º Nate e uma das primeiras do estado a começar a colheita de arroz nesta safra. A lavoura foi semeada no sistema pré-germinado em 10 de setembro, com a cultivar Puitá Inta CL, informam os técnicos do Irga Abílio Dória e Eduardo Sechaus.

Os produtores que colhem arroz em Taquari são Irineu Martins Bizarro, Alex Sandro da Silva Bizarro, Cristiano da Silva Bizarro e Alex Sandro da Silva Bizarro Júnior. Eles têm plantados 60 ha em Taquari e mais 70 ha em Triunfo. Além dos profissionais do Irga, a família Bizarro é acompanhada pelo engenheiro agrônomo Casanova.A região do Vale do Taquari não tem tradição no plantio de arroz. Segundo dados do Irga, apenas Taquari e Cruzeiro do Sul mantêm a cultura com assistência do Instituto. Na safra passada, Taquari colheu 20,9 mil toneladas do grão, das 133,7 mil produzidas pelos nove municípios da 28ª Nate - Butiá, Charqueadas, General Câmara, Minas do Leão, Montenegro, São Jerônimo, Triunfo e Vale Verde. 

Confira a notícia na íntegra no site do O informativo

Tags:
Fonte: O Informativo

Nenhum comentário