HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Avaliação de variedades de milho e sorgo para silagem no MS

Publicado em 12/04/2021 17:30 46 exibições

Em Mato Grosso do Sul, a bovinocultura de leite é caracterizada pela utilização de volumosos por meio das pastagens, em que a produção anual concentra-se de 70 a 80% no período das águas, quando maior precipitação e temperaturas elevadas resultam em maior crescimento das plantas forrageiras.

Há longos períodos com pouca chuva ou com temperaturas muito baixas no período da seca, onde as pastagens pouco crescem e muitas vezes não conseguem atender às exigências dos bovinos, criando a necessidade de suplementação dos animais na seca, principalmente de vacas em lactação.

São diversas as alternativas consagradas para suplementação de volumosos no período da seca, como a utilização de gramíneas “in natura”: culturas de verão (cana-de-açúcar, capineiras), e culturas de inverno (aveia, milheto, azevem etc.); e a conservação de forragem (ensilagem, fenação).

Destas, a ensilagem é a técnica mais utilizada no Brasil, sendo o milho e o sorgo as principais culturas anuais para tal.

Frequentemente são lançadas no mercado pelas empresas de melhoramento vegetal novas variedades. Nesse sentido, a Agraer tem buscado realizar estudos com algumas destas para melhor orientar os produtores. Assim, esse trabalho tem como objetivo avaliar 2 variedades de milho e 2 de sorgo, desde a implantação, manejo da lavoura, produtividade, composição nutricional, ensilagem, utilização como parte da dieta para vacas de leite, custo de produção e viabilidade econômica.

Equipe do Cepaer que participa do projeto:

Servidores do setor de Campo: Isaias Santos, José Aprígio e Elecir dos Santos; Eng. Agrônomo Antonino Hipólito Neto; Zootecnista Tatiane Batistote e Pesquisador Vitor Oliveira.

Fonte:
Agraer MS

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário