Canadenses buscam cooperação brasileira na pesquisa com trigo

Publicado em 10/03/2010 17:19 638 exibições
No Brasil, visitando a Embrapa pela terceira vez, pesquisadores da Agriculture and Agri-Food Canada buscam aproximação com especialistas brasileiros na troca de conhecimentos sobre adaptação de cereais de inverno em clima adverso. A produção de trigo em clima tropical chama a atenção dos principais centros de pesquisa no mundo.
    Durante toda a semana, os pesquisadores André Comeau, François Eudes e Harpinder Randhawa, do principal instituto de pesquisa agrícola do Canadá (Agriculture and Agri-Food), estiveram conversando com pesquisadores da Embrapa, voltados ao desenvolvimento de cereais de inverno. A programação iniciou na Embrapa Trigo, em Passo Fundo, RS, e se estende para Pelotas, RS, na Embrapa Clima Temperado, visitando lavouras de grãos e processo de pesquisa, de 8 a 13 de março. “A evolução no melhoramento genético do trigo no Brasil chama a atenção pela rapidez com que a ciência consegue superar as dificuldades do ambiente adverso num país de clima tropical”, afirma André Comeau, lembrando que o trigo é tradicionalmente uma cultura de climas frios, mas os pesquisadores brasileiros conseguiram estabelecer a planta em condições de altas temperaturas e estresses ambientais.
    Destacando um dos motivos da “vantagem brasileira” no melhoramento do trigo, Comeau argumenta que os estresses do ambiente geram modificações na estrutura genética das plantas: “Os estresses afetam diretamente a atividade das enzimas que atuam sobre o DNA. O processo acaba gerando uma maior variabilidade genética, permitindo selecionar as plantas mais resistentes em campo. A pouca exigência de adaptabilidade do trigo nos demais países do hemisfério norte resulta num processo de melhoramento mais lento”. O pesquisador da Embrapa Clima Temperado, Vanderlei Caetano, complementa dizendo que “o desenvolvimento de plantas é um processo complicado, porque envolve o conhecimento de uma série de fatores, como genética, proteínas, nutrientes, até imposições do ambiente, como clima, luz e solo”.
    De acordo com o pesquisador da Embrapa Trigo, Pedro Scheeren, o objetivo desta visita é delimitar os trabalhos que serão contemplados no contrato de cooperação técnica entre a Embrapa e a Agriculture and Agri-Food para desenvolvimento de cultivares de trigo e outros cereais de inverno, principalmente nas áreas de biotecnologia e melhoramento.

Tags:
Fonte:
Embrapa Trigo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário