Feijão da safra das águas começa a ser colhido em MG

Publicado em 24/01/2011 07:27 323 exibições
O feijão da safra das águas começou a ser colhido em Minas Gerais. A chuva numa hora não esperada diminuiu a produtividade das lavouras.

Os 125 hectares de feijão que o agricultor Osmar Ferreira está colhendo em Lagoa Formosa, região do Alto Paranaíba, foram plantados na última semana de outubro. O clima agora está bom para a colheita, mas a chuva em excesso no fim do ciclo da cultura causou a diminuição da produtividade.
 
A produtividade que ele esperava, não está alcançando. “Não, não está alcançando. Está dando uns 30, 35 eu esperava 50”, disse seu Osmar.

A colheita do feijão da safra das águas em Minas Gerais está apenas no começo, mas por conta do excesso de chuva, no período de maturação das lavouras, a produtividade deve diminuir cerca de 15% e a qualidade também não é das melhores.
 
“No final de dezembro houve um excesso de chuva e isso influenciou na perda de um pouco da qualidade principalmente por causa do ataque de pragas que não puderam ser combatidas nesse período. Houve maior incidência de praga com início de doença, mas não foi muito extensivo em toda área”, explicou o agrônomo da Emater Jaci de Souza.

Na lavoura do agricultor Oliveiros Martins, também em Lagoa Formosa, os 140 hectares de feijão já estão no ponto para colheita. “De oito a dez dias estou colhendo. O feijão hoje está na faixa de R$ 65 a R$ 70 até devido a qualidade não estar 100%, mas como espero colher um feijão melhor daqui uns oito ou 10 dias, eu acredito que cerca de R$ 80 vou conseguir pegar”, contou animado.

Mesmo com a qualidade dos grãos prejudicada, a saca de 60 quilos está sendo negociada por preços mais altos do que no mesmo período do ano passado, quando saiu por R$ 55.

Tags:
Fonte:
Globo Rural

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário