Colheita de trigo deverá cair 26% no Paraná nesta safra

Publicado em 25/02/2011 08:41 351 exibições
O primeiro levantamento sobre a safra de trigo 2011 no Paraná mostrou que pode haver redução de 11% na área plantada, na comparação com o período anterior. O plantio terá início em 11 de março e cerca de 1,05 milhão de hectares deverão ser destinados ao grão, a menor área dos últimos três anos no Estado. Considerando condições normais de clima, a produção deve atingir 2,52 milhões de toneladas, volume 26% menor que o do ano passado.

No caso do milho safrinha, a previsão é de que haja aumento de 15% na área. O excesso de chuva atrasou a colheita da soja e o começo da safra de inverno, mas o Ministério da Agricultura prorrogou o prazo para plantio, e a área cultivada com milho está estimada em 1,57 milhão de hectares. Por enquanto, apenas 16% da área foi plantada, bem menos que os 35% esperados. A expectativa de produção está em 6,86 milhões de toneladas, 1,3% maior que em 2010.

O Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria da Agricultura, estima que a safra de grãos 2010/11 do Paraná será de 30,95 milhões de toneladas, 5% menor que o ciclo anterior, quando a colheita atingiu 32,7 milhões de toneladas, um recorde.

"É uma estimativa bem conservadora", diz o diretor do Deral, Otmar Hubner. "O que sabemos é que as lavouras estão bonitas e, se tudo correr bem, um novo recorde não está descartado." Os técnicos do Deral explicam que a redução na área de trigo é justificada pela queda nos preços, que desestimulam o produtor. E só não será maior por tratar-se da alternativa "mais viável" nas regiões Sul e Centro-Sul do Estado.

O Deral também mostrou que a colheita da primeira safra deve atingir 20,03 milhões de toneladas, 6% abaixo do registrado em 2010. A produção de soja está estimada em 13,94 milhões de toneladas, mesma quantidade obtida no ano passado. A área de plantio do grão foi recorde - 4,5 milhões de hectares - mas a produtividade deverá ser menor. Ela foi de 3.184 quilos por hectare em 2010 e, na atual safra, deve ficar em 3.097, número que pode mudar, porque apenas 5% da cultura foi colhida.

Para o milho da primeira safra, a produção deve ficar em 5,39 milhões de toneladas, o que representa queda de 21% em relação a igual período do ano passado. A explicação é que houve redução na área. De acordo com o Deral, na safra 2010/11 os paranaenses plantaram 735 mil hectares de milho, a menor área desde a década de 60.

As chuvas de janeiro e fevereiro prejudicaram também o feijão das águas e devem provocar queda na colheita. Eram esperadas 541 mil toneladas e a estimativa caiu para 522 mil toneladas. Mesmo menor, essa produção é 7% superior ao que foi colhido no ano passado.

Tags:
Fonte:
Valor Econômico

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário