Trigo: Apesar das quedas externas os preços internos se mantém inalterados e altos

Publicado em 15/03/2011 10:38 274 exibições
Continuando a linha de descolamento em relação aos preços internacionais e indicando que o mercado de trigo no Brasil tem “vida própria”, os preços do trigo no país continuam inalterados em seus níveis mais altos do ano, a R$ 550,00 no Paraná e R$ 510,00 no Rio Grande do Sul,  mesmo depois de cinco quedas nos preços internacionais. E a razão é muito simples: falta de produto interno e altos preços externos. No Rio Grande do Sul praticamente não há trigo brando para a produção de farinha comum, porque foi carreado quase todo para a exportação. No Paraná, as últimas informações oficiais ainda são de 28/02 e indicam a comercialização de 2,09 milhões de toneladas, restando ainda 1,23 milhão, mas acreditamos que nas últimas duas semanas isto tenha sido reduzido em pelo menos 230 mil toneladas, de modo que devem restar ainda 1 milhão de toneladas, o que é pouco para abastecer o país nos próximos 5 meses até setembro, ainda que sejam postos no mercado as outras 1,25 milhão de toneladas em poder do governo. Em cinco meses o consumo normal do país é de 4 milhões de toneladas, o que faz prever uma importação de pelo menos mais 2 milhões de toneladas, supondo que haja estoques para um mês.
Tags:
Fonte:
Trigo & Farinhas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário