RS comercializa 100% do arroz que ofertou em Leilão de PEP

Publicado em 29/04/2011 13:39 314 exibições
A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realizou, nesta quinta-feira (28), mais um leilão de Prêmio de Escoamento de Produto (PEP) para o arroz. O Rio Grande do Sul comercializou 100% da oferta de 100 mil toneladas do grão, com uma subvenção de R$ 6,74 por saca de 50 kg. Do total geral das 130 mil toneladas de arroz em casca ofertadas nacionalmente no leilão, 102,7 mil toneladas foram negociadas, o que representa um percentual, no total geral, de 79%.

O prêmio médio ficou em R$ 6,74 por saca de 50 kg (R$ 0,1347 por kg). Santa Catarina negociou 27% da oferta (2,7 mil toneladas das 10 mil toneladas ofertadas). Já para o Mato Grosso e Paraná nenhuma tonelada ofertada foi comercializada.

Segundo a Equipe de Política Setorial do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), esse já é o quinto leilão realizado pela Conab desde o início de março, medida adotada pelo Governo Federal em auxílio ao produtor diante dos baixos preços do arroz. Tem como objetivo promover o escoamento da safra 2010/11 para regiões de consumo pré-estabelecidas e também estimular a paridade dos valores praticados pelo mercado com o preço mínimo estabelecido pelo Governo Federal.

Diz o edital do leilão que é permitido escoar o arroz "para qualquer localidade, exceto para as Unidades da Federação (UF) que compõem as Regiões Nordeste, Sul, Sudeste e Centro Oeste, para os Estados de Tocantins, Rondônia e Pará. A exceção é também para os seguintes países: Argentina, Paraguai, Uruguai e Suriname".

Tags:
Fonte:
Secom/ RS

1 comentário

  • HUGO FERREIRA Aracaju - SE

    JA QUE O GOVERNO BRASILEIRO, NÃO PROMOVE A POLITICA DAS AGFS, PARA FORMAR ESTOQUE REGULADORES. QUE CONSEGUISE JUNTO AOS PAISES , COMO HAITI E OUTROS QUE PRECISAM DE AJUDA DO BRASIL, PUDESSEM SER TRANSFORMADOS EM AJUDAS HAMANITARIAS, ATRAVES DO ARROZ BENEFICIADO.

    ASSIM AS INDUSTRIAS BRASILEIRAS, PODERIAM ADQUIRIR O ARROZ DO BRASIL, COM ESTE CREDITO DE PEP E O GOVERNO PROMOVER A COLOCAÇÃO AOS PAISES NECESSITADOS.

    PORQUE EXPORTAR ARROZ COM DOLAR TÃO BAIXO E MUITO DIFICIL.

    DESTA FORMA O MERCADO DO BRASIL SERIA ENXUGADO, PODENDO OS PREÇOS PAGOS AO PRODUTOR TEREM A OPORTUNIDADE DE MELHORAR.

    HOJE AS INDUSTRIAS E OS PRODUTORES SÃO OS MAIORES PREJUDICADOS JUNTAMENTE COM O CONSUMIDOR, POIS ESTES PREÇOS BAIXOS , RARAMENTE SÃO REPASSADOS AO CONSUMIDOR, BASTA PESQUISAR NOS SUPERMERCADOS, PARA ENCONTRAR ARROZ AO PREÇO DE 1.60 A 2.10 O KG.

    UM QUILO DE ARROZ , ALIMENTA DEZ PESSOAS EM UM DIA , MAS SEU PREÇO ESTA ABAIXO DO QUE QUALQUER REFRIGERANTE. É DESTA FORMA QUE DESEJAM QUE OS ARROZEIROS PERMANEÇAM NA ATIVIDADE?

    0