Rastreamento do genoma do arroz revela cruzamentos

Publicado em 20/06/2011 16:01 321 exibições
Os pesquisadores estudaram regiões de genes selecionadas e sugeriram que ambas tinham o mesmo ponto de origem, no vale chinês do Yangtze.
 
Contudo, um novo estudo publicado na revista científica PLoS Genetics sugere que a verdade é ainda mais sombria.
 
Os estudiosos pesquisaram o genoma completo dos dois tipos de arroz e determinaram que, apesar da semelhança de espécie em certas regiões dos genes, os dois tinham históricos genéticos distintos.
 
Os agricultores produzem as espécies independentemente, explicou o autor do estudo, Chung-I Wu, geneticista evolucionista do Instituto de Genética de Pequim e da Universidade de Chicago.
 
Ainda assim, as semelhanças indicam que as duas espécies repartem entre si algumas características desejáveis via cruzamento. “Alguém deve ter dado o arroz para uma aldeia e, em seguida, ele foi para uma localização próxima”, diz Wu. “Em cem anos, as características viajaram de mil a 2 mil quilômetros”.
 
Os pesquisadores sequenciaram 66 variedades de arroz – 22 variedades de arroz selvagem, índica e japônica. Embora existam exceções, o japônica normalmente cresce em zonas temperadas da Ásia, enquanto o indica cresce em regiões tropicais ou subtropicais.
 
A história do arroz é a mesma história sobre como a civilização humana progrediu via empréstimos. Wu finaliza: “A violação da propriedade intelectual ocorre desde o início da civilização. É por conta disso que hoje nós estamos comendo esse arroz”.
Tags:
Fonte:
Portal IG

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário