Trigo: Paridade de importação volta a cair abaixo dos 30%

Publicado em 22/06/2011 08:25 413 exibições
Com a queda, de um lado, das cotações internacionais em mais de US$ 43/ton nos últimos 30 dias e a manutenção, de outro, dos preços do trigo nacional, é natural que as diferenças entre eles tenham diminuído neste período. Passaram de 31% para 27%, em relação ao trigo canadense, por exemplo, e de 27% para 18% em relação ao trigo duro americano. A diferença em relação ao trigo argentino, que é o nosso principal fornecedor, que tinha atingido 19%, está agora em 7,34%.

Isto significa dizer que os moinhos podem comprar trigo com pequena diferença na Argentina, a R$ 625,94/tonelada posto São Paulo, por exemplo, com qualidade teoricamente muito melhor, contra R$ 580,00/tonelada do trigo pão nacional também posto São Paulo. Como não há estoques suficientes no Brasil e é preciso comprar no exterior, supondo um uso meio a meio entre ambos, teríamos um custo médio de R$ 602,97/tonelada para a aquisição de matéria prima para a industrialização do trigo para a produção de farinhas, nesta terça-feira.

Tags:
Fonte:
Trigo & Farinhas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário