Preço do trigo desestimula negócios no Paraná

Publicado em 12/09/2011 08:19 384 exibições
Na propriedade da família Chinaglia são 200 hectares plantados com trigo. O tempo não ajudou muito a safra, a seca nos meses de abril, maio e junho atrapalhou a produtividade. A esperança dos agricultores era de que o preço ajudasse, mas isso também não aconteceu e a decepção foi grande. “Estamos estudando seriamente o caso de diminuir a área plantada em até 50%”, diz Sérgio Chinaglia.

O plantio de trigo deve continuar caindo no Paraná como já ocorreu neste ano, quando a área semeada foi 13% menor que em 2010.

Os agricultores reclamam que plantar trigo tem sido desvantajoso já há algum tempo, por isso, quem pode, estocou o produto à espera de preços melhores.

João Bosco, gerente de comercialização de uma cooperativa, explica que o trigo para indústria de panificação está custando R$ 26. “O valor é inviável para o produtor. Quem plantou esta última safra esperava vender o trigo, pelo menos, pelo preço mínimo estabelecido pelo governo, que é R$ 28,60. Os investimentos foram feitos baseados neste preço. O mercado está trabalhando desta forma porque o trigo que vem do exterior está chegando bem mais barato que o produto interno. A Argentina, por exemplo, tem um custo de produção baixo e isso inviabiliza nosso trabalho”.

Tags:
Fonte:
Globo Rural

0 comentário