Publicidade

Tomate: Preços recordes cedem, mas ainda são elevados

Publicado em 04/10/2012 11:53 662 exibições
Em Minas Gerais, oferta começa a ser regularizada e valores devem se estabilizar; Em São Paulo, produtor ainda registra altos ganhos na comercialização do fruto
Os preços do tomate longa vida, que apresentaram uma valorização significativa em agosto e chegaram até aos R$100 reais por caixa de 20 quilos em Minas Gerais, já começaram a retornar a patamares mais próximos da normalidade no final de setembro e início do mês de outubro. Ainda assim, os preços continuam elevados, e na Ceasa Minas Gerais a caixa de 20 quilos da variedade longa vida custa hoje entre R$45 e 50 reais.

De acordo com Ricardo Martins, da seção de informações de mercado do Ceasa-MG, a oferta do fruto acabou sendo regularizada e por isso os preços vêm sendo normalizados. Segundo ele, se comparado aos primeiros dias de setembro, no início de outubro os preços da variedade longa vida tiveram redução de 39% no atacado da Ceasa mineira.

Ricardo acredita que a tendência é que haja uma estabilidade nos preços por mais uma semana, e depois o que deve acontecer é uma baixa nos valores para que eles se ajustem aos preços registrados antes das altas recordes de agosto. "Mas nesse caso o preço ainda assim será regular, remunerando o produtor", explica.

Já no interior de São Paulo, segundo o agricultor Adalberto Vieira de Freitas, da cidade de Sumaré, o tomate longa vida continua com preços elevados, registrando entre R$70,00 a 80,00 reais a caixa de 25 quilos na lavoura. "O preço ainda está excelente", diz o produtor, que vende cerca de 70% da sua produção para o sul do país." Pelo que tenho conversado com produtores de outras regiões, a tendência é que os preços se mantenham em torno de R$60,00 até dezembro pelo menos", completa.
Tags:
Por:
Thaís Jorge
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário