Preços dobram com falta de folhosas em MG, inclusive no RJ

Publicado em 31/10/2016 15:28

A região produtora de Mário Campos (MG) vem enfrentando nas duas últimas semanas problemas com a doença vira-cabeça, causando quebra na produção de alface. As perdas foram o suficiente para reduzir a oferta local e impulsionar os valores nos últimos dias, segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea. A alface crespa se valorizou em 109% nesta semana (24 a 28/10) quando comparada com a semana anterior, ficando com uma média semanal de R$ 16,50/cx com 20 unidades.

O mesmo aconteceu com a americana, que chegou a R$ 10,40/cx com 12 unidades, alta de 131% na mesma comparação. Mesmo com o consumo ainda baixo para o período, produtores mineiros estão comprando alface em estados vizinhos em Teresópolis (RJ), para abastecer o mercado regional. Apesar de o volume que está sendo direcionado à Mário Campos ser pequeno, a movimentação no mercado já causou impacto nos preços coletados pelo Hortifruti/Cepea na praça fluminenses.

A alface crespa se valorizou em 30% nas roças do RJ, fechando a R$ 5,67/cx com 18 unidades. Para a próxima semana, a expectativa é que a oferta em Minas Gerais continue caindo e aumente a dependência de outras regiões.

Fonte:
Cepea

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário