Alface: Área deve se manter na safra de verão 2016/17

Publicado em 23/12/2016 15:19
86 exibições

A expectativa para a safra de verão 2016/17 é de manutenção da área de alface em todas as regiões acompanhadas pelo Hortifruti/Cepea. A baixa rentabilidade no final do inverno de 2016, o aumento do custo de produção e a dificuldade de obtenção de crédito para o financiamento das lavouras têm limitado os investimentos, principalmente para pequenos produtores paulistas. No Rio de Janeiro e em Minas Gerais, produtores devem iniciar a safra de verão mais descapitalizados.

Além disso, todos estão receosos com o aumento no preço dos insumos agrícolas. O semeio começou em outubro e a colheita está prevista para dezembro. A oferta no início do verão 2016/17 dependerá das condições climáticas, já que a área deve ser mantida. Além disso, após um inverno de preços baixos, o produtor pode ter dificuldade em manter o tratamento fitossanitário adequado nas primeiras lavouras do verão. Assim, a safra 16/17 deve iniciar com baixo investimento.

Quanto à alface hidropônica, a produção vem crescendo no estado de São Paulo, principalmente em Ibiúna, onde a qualidade costuma ser melhor e as perdas, menos representativas. Como o verão é uma estação quente e chuvosa, as hidropônicas poderão ser mais competitivas que as produzidas em campo aberto, já que não estarão expostas às mudanças climáticas.

Leia mais sobre as projeções de alface em http://www.hfbrasil.org.br/br/estatistica/folhosas.aspx.

Fonte: Cepea

0 comentário