Alface: Proximidade do verão pode elevar demanda

Publicado em 20/11/2018 12:28
21 exibições

O verão costuma ser a época de maior procura pelas folhosas. Com a proximidade dessa estação, a tendência é que a demanda pelas alfaces cresça gradualmente em novembro. No início de outubro, a oferta se manteve elevada e a demanda não foi suficiente para absorver o volume produzido, cenário que pressionou, mais uma vez, os preços nas regiões paulistas de Ibiúna e Mogi das Cruzes (SP).

Como o clima mais quente reduziu o ciclo de desenvolvimento das folhosas, o período de colheita dos lotes mais novos e dos mais antigos foi o mesmo – o que aumentou o volume de folhosas e elevou os descartes nas lavouras neste período. Porém, as chuvas se intensificaram a partir da segunda semana do mês, acarretando em uma oferta reduzida de alfaces nos mercados.

A qualidade das alfaces se manteve satisfatória na maior parte do mês; porém, alguns produtores relataram casos de queima das bordas – devido às temperaturas mais altas – e mela, por conta da maior umidade ocasionada pelas altas precipitações. As chuvas no mês de outubro, no entanto, elevaram o abastecimento dos reservatórios de água, despreocupando os produtores locais com a estiagem.

Como a expectativa é de preços mais elevados, o mercado de mudas também deve se aquecer em novembro.

Confira mais informações no site www.hfbrasil.org.br

Fonte: Cepea/Hortifruti

Nenhum comentário