Melão: Países do hemisfério Norte ofertam a fruta

Publicado em 10/06/2019 13:42
69 exibições

A temporada de melão se iniciou com boa produção no hemisfério Norte, no período que coincide com a entressafra brasileira. Para a variedade charentais, a colheita, que começou em abril deste ano, deve ocorrer até meados de agosto na França, Espanha e Marrocos, segundo notícia veiculada pelo portal Fresh Plaza.

De acordo com informações divulgadas no último Encontro Internacional de Negócios do Setor de Frutas e Hortaliças da França (MedFEL), que ocorreu em abril, as condições climáticas foram favoráveis nestes três países – e a área de produção dos melões pouco se alterou.

Em Marrocos, o pico de oferta já passou: neste país, restam apenas alguns melões em campo, já que toda a produção de estufas (que representa a maior parcela) foi ofertada. Na França, o destaque fica para os orgânicos, pois enquanto as áreas de melões convencionais decrescem, as de produtos livres de químicos se tornam mais expressivas. O clima no país favoreceu o cultivo até o final de março, resultando em adiantamentos na oferta – que chega ao fim neste mês.

O clima também foi positivo na Espanha. Com menos incertezas quanto à oferta de água em relação ao ano passado, algumas províncias aumentaram a área cultivada, sobretudo das cultivares precoces. As colheitas se iniciaram entre abril e maio, e devem se prolongar até agosto – principalmente em Castilla-La Mancha, última região a ofertar o melão.

Apesar de melonicultores brasileiros não precisarem se preocupar com possíveis interferências de Marrocos e França, a atenção com a safra espanhola deve se redobrar, uma vez que possíveis atrasos na colheita podem impactar os embarques para a Europa a partir de agosto, assim como observado na safra passada.

Confira mais informações no site www.hfbrasil.org.br

Tags:
Fonte: Cepea/Hortifruti

0 comentário