HOME VÍDEOS NOTÍCIAS METEOROLOGIA FOTOS

Estudo da Epagri aponta que lúpulo tem potencial para ser cultivado em SC

Publicado em 29/03/2022 14:20 e atualizado em 29/03/2022 15:03

Um estudo sobre os riscos climáticos para a cultura do lúpulo irrigado em Santa Catarina, realizado pela Epagri, aponta que ela tem possibilidade de cultivo em todas as regiões do Estado com riscos baixos a moderados, desde que observadas e respeitadas as práticas de manejo agronômico, orientações técnicas especializadas e fornecimento de água por irrigação, se necessário. Os resultados da pesquisa foram apresentados na abertura do 2º Festival Nacional da Colheita do Lúpulo em Curitibanos, realizado no dia 25 de fevereiro.

O estudo foi iniciado em 2021, atendendo à demanda de informações sistematizadas sobre o clima para a recente cadeia produtiva que está se estabelecendo no Estado. “O lúpulo é uma cultura que vem se expandindo rapidamente pelo mundo devido ao aumento da demanda em função da popularização da produção de cervejas artesanais, a busca por cervejas com maiores volumes de lúpulos e à valorização do produto com procedência regional”, afirma a pesquisadora Cristina Pandolfo, uma das autoras do trabalho.

A pesquisa tem autoria também dos pesquisadores da Epagri/Ciram Gabriel Berenhauser Leite, Luiz Fernando de Novaes Vianna e Elisângela Benedet da Silva, e do pesquisador da Estação Experimental da Epagri em São Joaquim, Felipe Ferreira Pinto. O estudo levou em consideração dados de bibliografias e informações obtidas de especialistas e de produtores, tomando-se como referência a fenologia média dos cultivos em Santa Catarina.

Cristina explica que as condições topoclimáticas diferentes em escala local podem alterar a quantificação do risco climático. “Este estudo não leva em consideração especificidades das variedades e ainda temos um longo caminho pela frente para chegar a esse detalhamento. Portanto, representa uma potencialidade geral para o Estado e deve ser revisada em função de informações que vão sendo geradas anualmente em experimentos e em função das respostas dos cultivares em condições comerciais”, diz a pesquisadora. Ela ressalta ainda que os cultivares a serem utilizados devem estar registrados no Registro Nacional de Cultivares do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (RNA/MAPA).

Este estudo soma-se a outros que a Epagri vem realizando de análise de riscos climáticos para as culturas desprovidas de zoneamento para o Estado, com o intuito de orientar os agricultores no cultivo de várias espécies de interesse socioeconômico, de forma a minimizar perdas de ordem climática. Por meio desse trabalho, foram acrescentadas mais de 30 culturas à lista de lavouras com recomendação de cultivo em Santa Catarina. Isso significa que as famílias rurais podem financiar essas lavouras pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e contratar o Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro), um seguro vinculado à linha de crédito. Os beneficiados pelas tecnologias e informações produzidas são agricultores, setores público e privado, incluindo bancos e seguradoras.

A Nota Técnica gerada no estudo de riscos climáticos para a cultura do lúpulo irrigado em Santa Catarina pode ser acessada aqui.

Tags:
Fonte:
Epagri

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário