CitrusBr nega exercer pressão sobre preço praticado na laranja

Publicado em 29/11/2010 06:16 410 exibições
O presidente da CitrusBr (Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos), Christian Lohbauer, negou que a indústria seja responsável por pressionar a redução no preço da laranja e, consequentemente, o desestímulo aos produtores.

A declaração foi dada após o presidente da Associtrus (Associação Brasileira de Citricultores), Flávio Viegas, afirmar que a desvalorização da laranja pela indústria é a principal causa da queda do plantio na região de Ribeirão.

Conforme publicado pela Folha, a produção de laranja na região recuou 17,5% na atual safra em comparação à anterior. Os dados são do IEA (Instituto de Economia Agrícola), órgão da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento.

A região passou de 109,24 milhões de caixas de 40,8 quilos, produção da safra anterior, para 90,12 milhões. Os pés em produção da fruta também caíram: de 68,99 milhões para 66,83 milhões no atual período.

Para Lohbauer, o preço atual praticado sobre a caixa da laranja é fixado pelo mercado. Atualmente, uma caixa de laranja pode ser comprada por aproximadamente R$ 15. Alguns produtores conseguem atingir o valor, mas outros não, dependendo da negociação com o comprador.

"A redução da produção da laranja está mais ligada à ocorrência de doenças citrícolas do que com o comportamento do produtor pelos preços. O mercado tem favorecido o produtor e não há motivos para descontentamento", disse Lohbauer.

Tags:
Fonte:
Folha de São Paulo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário