Laranja: produção perde áreas de plantio

Publicado em 01/09/2011 16:58 522 exibições
Cultura migra para o centro-sul de São Paulo devido à expansão da produção de cana-de-açúcar no norte do estado. Fatores climáticos também contribuíram
O Diretor de Política Agrícola da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Silvio Porto, afirmou que as culturas de laranja e café vêm perdendo áreas de produção devido ao aumento da área de plantio da cana-de-açúcar. “A competição entre essas culturas e a cana tem acontecido por causa da expectativa de crescimento do setor sucroalcooleiro”, explicou o diretor na coletiva para apresentação do terceiro levantamento da safra 2011/2012 de laranja realizado pela Conab, nesta quinta-feira, dia 1º. de setembro.

A perda de áreas no norte no estado, no entanto, não provocou queda na produção. “Há uma compensação pela perda de área, que é a migração para o centro-sul do estado, onde o clima é até mais favorável, o solo é novo e a incidência de doenças deve ser menor, por se tratar do primeiro ciclo de plantio na região”, afirmou Silvio Porto.

O estado de São Paulo é maior produtor de laranja do país, com participação de aproximadamente 75% da plantação da fruta. Durante a safra 2010/2011, a produção de laranja no estado deverá atingir 377 milhões de caixas de 40,8 kg, o que representa um aumento de cerca de 17% em relação à safra passada, que foi de 322,2 milhões de caixas.

Saiba mais
 
A pesquisa da safra da laranja é feita pela Conab em parceria com a Secretaria de Agricultura do estado de São Paulo, por meio do Instituto de Economia Agrícola (IEA) e a Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati). Utilizam-se recursos de amostragem probabilística estratificada, seguindo o critério de segmentação.  O levantamento da fruta começou a ser realizado no segundo semestre de 2010.

Os dados foram coletados entre julho e agosto deste ano, mediante aplicação de questionários junto às unidades de produção agrícola.

Tags:
Fonte:
MAPA

0 comentário