MS: Infraestrutura das rodovias públicas é deficitária

Publicado em 30/01/2013 13:22 350 exibições
Trechos em pistas simples e ausências de sinalização vertical e de acostamentos. Esta é a situação das rodovias federais no Mato Grosso do Sul – as vias estaduais apresentam-se com infraestrutura pior frente às federais. O diagnóstico foi feito no primeiro dia das expedições da equipe 1 do Rally da Safra 2013, da qual participa a pesquisadora do Grupo de Pesquisa e Extensão em Logística Agroindustrial da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq-LOG), da Universidade de São Paulo (USP), Natalia Gonçalves.

A pesquisadora trafegou por trechos de Campo Grande a Dourados, percorrendo as vias BR-060 até Sidrolândia; MS-162 até o munícipio de Maracaju; MS-157 chegando a Itaporã e; finalizando com um pequeno trecho da MS-156, com destino a Dourados. Ao longo desse trajeto, observou-se um elevado número de armazéns, sendo quase a totalidade do tipo silos, com destaque à regional de Maracaju – local em que há armazéns administrados por traders do mercado. “Nesses pontos havia elevada concentração de caminhões. No entanto, no geral, a quantidade de veículos nas vias era pequena”, informa Natália.

Ainda conforme a pesquisadora, no decorrer do trajeto, verificou-se que a soja está iniciando o período da colheita, de maneira que menos de 10% da produção tenha sido colhida, fator que justifica o número baixo de caminhões nas rodovias.
Tags:
Fonte:
Rally da Safra

0 comentário