Portos e Agricultura assinam autorização para a construção de Porto no Pará

Publicado em 08/08/2014 12:20 1071 exibições
Contrato é importante para desenvolvimento de rota alternativa para a safra de grãos

Foi assinada na tarde desta terça-feira (5) pelo ministro da Secretaria de Portos, César Borges, e pelo ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Neri Geller, a autorização para a construção da Estação de Transbordo de Carga (ETC) da Hidrovia Brasil S/A em Itaituba, Distrito de Miritituba, no Pará.
 
A construção da ETC é de grande importância para o desenvolvimento do Corredor Norte como rota alternativa para o escoamento da safra de grãos, desafogando assim os portos da região Sudeste. A expectativa é de que sejam movimentadas 4,4 milhões de toneladas de granéis sólidos por ano.
 
De acordo com o ministro Neri Geller, a construção traz uma mudança radical no sentido de transportar a produção principalmente dos estados de Mato Grosso e sul do Pará, que estão sendo vanguarda na produção nacional com 47 milhões de toneladas produzidas. Cerca de 30% desta produção são escoados pelos portos de Santos e Paranaguá. No caso do milho em Mato Grosso, por exemplo, os produtores gastam cerca de R$ 15 por saca, ou seja, 60% da produção acaba ficando em frete.
 
Com a melhoria da logística de escoamento pelo Arco Norte, será possível reduzir em aproximadamente US$ 50 por tonelada o custo logístico – porteira/porto de embarque – favorecendo as exportações de milho em larga escala e beneficiando os produtores situados a uma distância de mais de 2 mil km dos atuais embarcadouros do Sul e Sudeste.

 

Tags:
Fonte:
Jornal da Pecuária

0 comentário