Caminhoneiros fecha BR-364 em Rondonópolis em prol de melhor valor de frete

Publicado em 13/01/2017 07:38
245 exibições

Caminhoneiros autônomos, empregados e empresários do transporte de cargas a granel fecharam no início da manhã desta sexta-feira, 13 de janeiro, a BR-364 em Rondonópolis. A busca por um frete que renumere o transporte de cargas graneleiro em Mato Grosso de modo que cubra os custos do setor é o foco desta nova mobilização da categoria, que desde 2015 luta por melhores condições de trabalho. 

Hoje, a tonelada da soja entre Sorriso e Rondonópolis sai a cerca de R$ 80, por exemplo, enquanto de Sorriso para Paranaguá (PR) a aproximadamente R$ 200,00.

O setor do transporte de cargas, principalmente de grãos, vem passando por uma crise há três anos aproximadamente, tendo o seu “enterro do segmento” com a quebra da safra 2015/2016, onde somente entre soja e milho foram quase 9 milhões de toneladas a menos produzidas.

Leia a notícia na íntegra no site Olhar Direto.

Fonte:
Olhar Direto

1 comentário

  • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

    Ontem li uma noticia de que o preço do milho não cobre mais o custos de produção. Hoje os caminhoneiros querem aumento de frete! Quando o preço está bom, metade do valor do milho exportado é frete. Quem mandou ir atrás de conversa de governo e financiar caminhões e carretas? Agora o produtor não tem controle sobre o preço, os consumidores não tem renda para consumir, mas segundo os iluminados, qual a solução? O governo tem que garantir renda aos produtores, aos transportadores, aos industriais e aos consumidores! Somente um louco pensa que uma coisa dessas pode dar certo. Brasileiros detestam o livre mercado. A prova? O governo tem que garantir o lucro da petrobrás também.

    0