Bloqueio de caminhoneiros iniciado em Mato Grosso deve se expandir pelo país e provocar falta de combustível

Publicado em 17/01/2017 06:34 799 exibições

O manifesto dos caminhoneiros e empresários do setor do transporte graneleiro por uma melhor remuneração do frete chegou às regiões Médio-Norte e Norte de Mato Grosso e há perspectiva de que o movimento ganhe as estradas de outros Estados, como Minas Gerais, São Paulo e a região Sul do país nesta terça-feira, 17 de janeiro. Os novos bloqueios poderão ter, inclusive, a adesão dos caminhões tanques, o que deverá prejudicar o abastecimento de combustível nos postos e nas propriedades rurais.

Segundo a Concessionária Rota do Oeste, por volta das 14h15 caminhoneiros e empresários do setor do transporte de cargas interromperam o trânsito de caminhões graneleiros em Nova Mutum no Km 593, na faixa sentido região Sul de Mato Grosso. Ainda no município houve por volta das 16h20 o fechamento do Km 601  nos dois sentidos da pista. No bloqueio estão autorizados passar ambulâncias, ônibus, veículos de passeio, carga perecível e caminhão-tanque.

Na região de Matupá, conforme os manifestantes, a dois pontos de bloqueio na BR-163 no Portal do Amazonas. Um dos bloqueios ocorre entre Matupá e Peixoto de Azevedo, próximo ao Posto Trevão. Já o outro entre Matupá e Guarantã do Norte, nas proximidades da Amaggi. 

Leia a notícia na íntegra no site Olhar Direto.

Fonte:
Olhar Direto

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário