Ibama autoriza dragagem de berços de atracação do Porto de Paranaguá

Publicado em 23/12/2010 07:20
A Administração dos Portos do Paraná conquistou junto ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o licenciamento ambiental para a dragagem de manutenção dos berços de atracação do Porto de Paranaguá. Com isso, as obras que restabelecem as profundidades originais de cada berço podem ser contratadas e executadas em caráter emergencial. O serviço deve ser concluído nos primeiros meses do ano que vem.

O anúncio foi feito na manhã desta quarta-feira (22) pelo superintendente da autarquia estadual, Mario Lobo Filho. "É uma vitória importante, resultado do trabalho conjunto dos funcionários, técnicos e engenheiros da Appa, do governador Orlando Pessuti e sua equipe e de toda a comunidade portuária. A união do poder público com operadores portuários, armadores e usuários dos nossos serviços foi inédita e essencial para cumprir os prazos e exigências estabelecidas", destacou Lobo Filho. A autorização do Ibama foi concedida no fim da tarde de terça-feira (21).

Com a dragagem, o Porto de Paranaguá estará mais preparado para atender à grande demanda gerada no escoamento da próxima safra brasileira de GRÃOS. "Um navio de soja, por exemplo, pode embarcar até 10 mil toneladas a mais de produto, com o berço de atracação dragado, sem depender de maré para atingir o calado necessário", explicou Lobo Filho. "Além disso, os custos logísticos, com frete, podem ser negociados e ficar mais vantajosos para os exportadores".

CONTRATAÇÃO - A contratação da empresa que executará as obras deve ser feita em caráter emergencial. A previsão é que, depois de assinado o contrato, a dragagem leve 10 dias para começar e outros 10 para terminar. Aproximadamente 110 mil metros cúbicos de sedimentos devem ser retirados dos berços de atracação e os custos estimados são de cerca de R$ 3,3 milhões.

O Ibama ainda analisa os documentos entregues pela Appa para obtenção do licenciamento ambiental que garante a dragagem de aprofundamento dos berços e do canal de acesso ao Porto de Paranaguá, além da realização de obras de ampliação e reformulação do cais. A autarquia entregou todos os estudos exigidos em agosto e outubro, antes mesmo do prazo estabelecido no termo de compromisso firmado entre os órgãos.

Tags:
Fonte:
Agência Est. de Notícias do PR

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário