Com melhor rendimento e menor custo, produtor alcança novo patamar na pulverização

Publicado em 08/02/2019 14:38 e atualizado em 11/02/2019 09:32
1955 exibições
Sistema presente no pulverizador automotriz UNIPORT 3030 EletroVortex permite que o defensivo atinja as partes mais inferiores das culturas melhorando a deposição tanto na face superior quanto na inferior das folhas. O sistema eletrostástico contribui para uma qualidade superior de aplicação, minimizando desperdícios e aumentando a proteção ambiental.

A qualidade das aplicações nas operações de pulverização, associada à atenção com a proteção ao meio ambiente, exigem práticas cada vez mais precisas.

Grande parte do produto que é aplicado em uma pulverização convencional pode não atingir o alvo e são muitas as variáveis para se chegar a uma boa qualidade de aplicação e as perdas podem ser agravadas dependendo das condições atmosféricas e qualidade do sistema de pulverização.

A nova tecnologia de aplicação EletroVortex presente no UNIPORT 3030, da Jacto, permite melhorar a eficiência das aplicações, reduzir as perdas por deriva e tem grande potencial para reduzir os volumes e quantidade de aplicações e aumentar a produtividade da área tratada. A tecnologia combina o carregamento eletrostático das gotas com a já conhecida assistência de ar Vortex.  

“O Uniport 3030 EletroVortex nos traz um grande avanço tecnológico que, somado aos outros recursos já presentes na Família Uniport, eleva a operação de pulverização para um outro nível de rendimento, produtividade, qualidade e proteção ambiental”, explica Paulo Guirao, gerente de produtos das linhas de pulverizadores automotrizes e adubadoras da Jacto.

Pesquisas de campo realizadas pela empresa apontaram resultados positivos da tecnologia EletroVortex, com potencial para redução de aplicações e aumentos de produtividade das culturas, especialmente em soja e algodão em até 5% e 10%, respectivamente.

“Pensando ainda nos problemas que temos enfrentado de plantas resistentes, novos defensivos que estão sendo desenvolvidos e os desafios de produtividade, custo para o produtor e proteção ambiental, no futuro serão exigidas pulverizações em um nível de qualidade e eficiência muito superiores”, comenta Dra. Marcella Guerreiro de Jesus, pesquisadora do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Jacto.

A tecnologia eletrostática melhora a deposição das gotas em toda a planta, especialmente na parte inferior das folhas. Em condições de maior área foliar ou culturas mais fechadas, a assistência de ar Vortex, melhora a penetração e cobertura nas partes mais difíceis de acesso como o baixeiro, por exemplo, e também reduz muito a deriva.

“Assim, a tecnologia EletroVortex, permite melhorar a deposição em todas as partes da planta. É mais eficiência no controle de pragas e doenças e redução de custos”, cita Daniel Petreli, especialista em tecnologia de aplicação da Jacto.

Em uma pulverização convencional, dependendo das condições atmosféricas, reduzem o tempo e a disponibilidade de trabalho do equipamento. Com a tecnologia EletroVortex, a assistência de ar forma uma barreira de proteção para as gotas reduzindo a deriva e aumentando a disponibilidade do equipamento para pulverização. É mais horas de trabalho em um mesmo dia.

“Considerando as mesmas condições de pulverização, a tecnologia EletroVortex permite ao produtor ter a segurança de que a aplicação está sendo realizada em um nível de qualidade superior”, complementa Petreli.

O Uniport 3030 EletroVortex ganha rendimento operacional na ordem de 35%, com menos paradas para abastecimento nas condições de aplicação em baixo volume e maior disponibilidade de trabalho.

Jacto uniport EletroVortexDetalhes da tecnologia EletroVortex - A tecnologia eletrostática é composta por bocais eletrostáticos e fontes de alta tensão individuais que operam em alta tensão, transformando a tensão da bateria. A tensão é direcionada para o bocal eletrostático induzindo cargas positivas no eletrodo e assim atraindo cargas negativas na região do bico de pulverização.

Quando as gotas passam pelo eletrodo adquirem carga negativa. As plantas são estruturas de carga neutra, pois são aterradas, assim as gotas de pulverização carregadas com carga negativa têm a tendência de serem atraídas por elas, melhorando a qualidade de deposição e consequentemente da pulverização.

A tecnologia de assistência de ar é composta por ventiladores no quadro central e lonas em formato cônico ao longo da barra que proporcionam maior uniformidade da velocidade do ar nos bicos de pulverização. Os dutos de ar individuais concentram todo o ar somente nos bicos de pulverização, proporcionando maior penetração das gotas nas culturas, diminuindo a deriva e tornando a máquina mais disponível para pulverizar em outras condições de vento.

Com reservatório de 3.000 litros e barras de 32 metros, o pulverizador é equipado com o conjunto Omni 700 de série, com tecnologias de agricultura de precisão, como sistema completo de direcionamento e controle de pulverização via GPS, composto por barra de luzes, controlador automático bico a bico, piloto automático hidráulico e repetidor de operações, sistema exclusivo capaz de reproduzir o controle de altura das barras e a velocidade realizados pelo operador durante a pulverização.

Outro recurso disponível é Otmis Maps Telemetria, único sistema de gestão de pulverização via web. A ferramenta possibilita visualizar mapas com diversas informações, gerenciar melhor as operações e agilizar o processo de tomada de decisão.

Principais benefícios do Uniport 3030 EletroVortex:

+ Maior rendimento operacional: a tecnologia EletroVortex, composta pelo carregamento eletrostático mais a assistência de ar, possibilita que as gotas de pulverização atinjam o alvo com mais eficiência. Isso permite que a máquina fique menos suscetível a paradas devido variações climáticas. O resultado é uma janela maior de aplicação durante a jornada de trabalho, aumentando o rendimento operacional do pulverizador.

Menos paradas para abastecimento também significam maior rendimento operacional, que juntamente com a janela maior de aplicação, representam um ganho de rendimento de até 35%.

+ Potencial para diminuir aplicações: a qualidade das pulverizações com a tecnologia EletroVortex tem potencial para diminuir a quantidade de aplicações de inseticida e/ou fungicida durante o ciclo da cultura. Uma vez tendo aplicações melhores, é possível através do monitoramento de um especialista, a recomendação para redução do número de reentradas para controle de pragas e/ou doenças.

+ Aumento da produtividade: como resultado de aplicações de qualidade superior durante todo ciclo da cultura há um potencial maior para aumento de produtividade da área colhida.

Fonte Jacto

1 comentário

  • DALMO HENRIQUE FRANCO SILVA Dourados - MS

    Vamos parar com essa conversa de aumentar produtividade. Se tudo que fosse tecnologia, aumentasse a produtividade estaríamos produzindo 1000 sacas por hectare a muito tempo, ainda mais que não é um insumo, mas uma máquina. Com todo respeito é preciso mudar isso para um termo mais adequado como, deixar de perder.

    0
    • LUIZ ALFREDO VIGANÓMARMELEIRO - PR

      Caro Dalmo, quando lançaram o milho BT também teríamos um "salto" de produtividade mas o que se viu, depois de mais de 10 anos, é o aumento absurdo no custo da semente e a produção estagnada. O mesmo se aplica às novas cultivares de soja, onde o kg custa mais que 1kg de costela no açougue. A cadeia do agro sempre lucrando absurdos, desde o BB até o fornecedor de diesel, enquanto o risco, o queimado do sol junto ao cansaço do fim do dia sobram pro agricultor, que se contenta com migalhas de lucro, quando não paga pra trabalhar!

      1