Inoculante inédito no mercado brasileiro será apresentado hoje na Embrapa

Publicado em 22/08/2019 13:55
877 exibições

Produtores rurais, cooperativas, empresários do segmento de insumos agropecuários, profissionais da assistência técnica rural pública e privada, estudantes e pesquisadores poderão prestigiar nessa tarde de quinta-feira, 22 de agosto, a partir das 14hs, o lançamento do primeiro inoculante nacional para solubilização de fósforo, o BiomaPhos, resultado de parceria entre a Embrapa e a empresa Bioma. O fósforo é um elemento vital para o desenvolvimento das plantas.

Em 2018, segundo dados da GlobalFert, um dos principais provedores de informações estratégicas do segmento, o Brasil importou 24,96 milhões de toneladas de fertilizantes NPK (nitrogênio, fósforo e potássio. Somente os adubos fosfatados, segundo a consultoria, respondem por 23% desse montante, atingindo 5,69 milhões de toneladas importadas no período.

Resultados de experimentos na cultura do milho conduzidos em regiões brasileiras mostram aumentos médios de produção de grãos de cerca de 10%, o que pode corresponder a um ganho médio de até dez sacas por hectare. “Esses experimentos avaliaram a inoculação combinada com a adubação reduzida de superfosfato triplo, o que pode diminuir o gasto para o produtor com fertilizantes sintéticos”, destaca a pesquisadora da Embrapa Milho e Sorgo, Christiane Abreu de Oliveira Paiva responsável pelo estudo que culminou com o lançamento do produto comercial.

Ela explica ainda que outro diferencial do uso do inoculante é uma redução significativa no índice de emissão de CO2 na atmosfera. “Com isso, os resultados demonstram que é possível empregar uma tecnologia limpa e de baixo custo na cultura do milho, contribuindo para a sustentabilidade na agricultura, sem perdas para o meio ambiente”, reforça Christiane. Ela acrescentou ainda a importância da parceria com a empresa Bioma, que acreditou no trabalho da Embrapa, viabilizando o lançamento do BiomaPhos.

Marcelo de Godoy Oliveira, CEO do grupo econômico Simbiose Agro, ao qual pertence a empresa Bioma, considera que o produto é uma das tecnologias mais importantes lançadas nos últimos anos em benefício da agricultura brasileira. Estudos conduzidos pela Embrapa revelam que há um estoque bilionário de fósforo nos solos, que se encontra inerte e que não pode ser aproveitado pelas plantas. As bactérias solubilizadoras de fosfatos, que compõem o inoculante, conseguem disponibilizar esse elemento para a planta.

Artur Soares, gerente de Pesquisa e Desenvolvimento da Simbiose, considera que o produto inaugura um novo marco na agricultura brasileira e espera que os produtores rurais de todo o País adotem a tecnologia, visão fundamentada a partir de anos de pesquisa e de resultados de experimentos conduzidos em diversas regiões brasileiras. “O fósforo é um elemento limitante para maiores produtividades na agricultura brasileira. É uma oportunidade que o produtor tem para reverter esse quadro. O BiomaPhos entrega incrementos de produtividade e é isso que o produtor espera”, reforça Ivan Carlos Zorzzi, da área de Pesquisa e Desenvolvimento da empresa.

Fonte: Embrapa Agropecuária Oeste

0 comentário