Fazendeiros alegam que nunca foram notificados para deixar área de parque no MT

Publicado em 08/12/2016 06:45
150 exibições

Proprietários de fazendas localizadas no Parque Estadual Serra Ricardo Franco, em Vila Bela da Santíssima Trindade, a 562 km de Cuiabá, alegaram durante reunião com governo do estado que nunca foram notificados para deixar a área. Os donos de 51 fazendas que ficam dentro do parque tiveram R$ 950 milhões em bens bloqueados pela Justiça para ressarcir os danos ambientais causados pelo desmatamento a pedido do Ministério Público (MP).

Em nota, o governo afirmou que deve conduzir um diálogo com os pecuaristas para se chegar a um acordo.

Durante o encontro, os pecuaristas afirmaram que foram pregos de surpresa com as decisões judiciais e alegaram que nunca foram notificados para deixar a área.

Zigomar Ferreira, um dos proprietários das fazendas, contou que é dono da propriedade desde a década de 70 e que obteve aval da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) para derrubar a mata.

“Fui um dos pioneiros na região. Comecei a derrubar a mata em 1975. Não tinha estrada, tudo era feito pelo rio”, afirmou. Ele alega que, à época, a área foi comprada do governo e o trâmite foi legal.

Leia a notícia na íntegra no site G1 - MT.

Fonte: G1 - MT

0 comentário