Emissão Zero: Seminário em Paranavaí busca soluções para reduzir gases poluentes na atmosfera

Publicado em 28/09/2011 17:44 520 exibições
Profissionais de destaque no cenário ambiental brasileiro e internacional vão apresentar informações atualizadas sobre o meio ambiente.
Entre as alternativas para se reduzir o efeito estufa provocado pela emissão de gás carbônico (CO2) na atmosfera, será apresentada no Seminário Paraná Emissão Zero proposta de se criar no Estado uma instituição governamental responsável pela certificação de áreas de preservação. Assim, produtores rurais passam a ser remunerados por preservarem a natureza, por meio da venda desses certificados a entidades que necessitem neutralizar emissões de poluentes. O evento acontece nesta quinta-feira, dia 29, no Teatro Municipal de Paranavaí, das 8h e 30min, às 17h. Quem promove é o Sindicato Rural de Paranavaí e a Sociedade Rural do Noroeste do Paraná.

Participam dos debates profissionais de destaque no cenário ambiental brasileiro e internacional, que, conforme o Coordenador da comissão organizadora do evento, Demerval Silvestre, ”contribuirão, com seu conhecimento e experiência, para enriquecer as discussões e orientar o encaminhamento da proposta”. São especialistas, mestres e doutores (PhD) nas mais diversas áreas ligadas ao meio ambiente, que abordarão informações atualizadas sobre desenvolvimento rural, meio ambiente, recursos hídricos, conservação da biodiversidade, avaliação de impacto ambiental, manejo florestal, biometria florestal, gestão ambiental, gerenciamento, administração pública, e outras.

Silvestre explica que, com a criação de uma instituição responsável pela emissão de certificados aos produtores rurais que investem na preservação ambiental, o Estado do Paraná passa a integrar o mercado mundial de crédito de carbono. Ele conta que empresas poluentes, de todas as partes do Mundo, estão à procura de certificados para comprar. A partir de sua entrada no mercado, os produtores paranaenses passam a figurar no banco de dados mundial, e podem acessar esses recursos, com a venda de seus certificados. As normas legais que regerão o comportamento desse mercado no Paraná também deverão ser criadas pelo Governo do Estado.

A expectativa de Silvestre é que a criação de uma instituição que permita remunerar o produtor rural que investe na preservação ambiental contribua para corrigir o que considera “distorções da atual legislação”. Segundo ele, a legislação “individualiza a responsabilidade, cabendo somente ao produtor rural responder pela preservação do meio ambiente”. Em sua análise, “esta deve ser uma preocupação coletiva. “É preciso que todos assumam o ônus de agir no sentido de se conquistar um mundo mais limpo, e com melhor qualidade de vida para a população”, pondera.

PROGRAMAÇÃO

Palestra: O PROTOCOLO DE KYOTO E SEUS DESDOBRAMENTOS NO PARANÁ
 Manyu Chang
Graduada em Ciências Econômicas pela USP
Mestre em Desenvolvimento Rural pela UFRRJ
Doutora em Meio Ambiente e Desenvolvimento pela UFPR
PhD, Socioeconomista em Meio Ambiente e Desenvolvimento

Palestra: A EXPERIÊNCIA DO PROJETO PARANÁ BIODIVERSIDADE
Erich Schaitza
Engenheiro florestal pela UFPR
Especialista em Informações Florestais pela PUC-PR
Especialista em Conservação da Biodiversidade pela Universidade de Londres – Inglaterra

Palestra: PROGRAMA BIOCLIMA PARANÁ
Themis Piazzetta Marques
Graduada em Engenharia Florestal pela UFPR
Avaliação de Impacto Ambiental, Aberdeen/Escócia
Avaliação de Impacto Ambiental, JICA Tóquio/Japão
Avaliação de Impacto Ambiental, PUC-PR

Palestra: ADEQUAÇÃO AMBIENTAL DAS INDÚSTRIAS NO PARANÁ
Roberto Gava
Presidente Executivo da APRE
Presidente do CEDEFOR
Auditor florestal pelo FSC – Inglaterra
Coordenador do Conselho Temático do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da FIEP

PAINEL - REMUNERAÇÃO DE SERVIÇOS AMBIENTAIS

1) Gilmar Aparecido Cardoso
Diretor de Planejamento do Instituto das Águas do Paraná, advogado, Consultor Jurídico especializado em Administração Pública

2) SERGIO AHRENS
MSC em Biometria Florestal
(Oklahoma State University, EUA)
Doutor em Manejo Florestal University of Canterbury, Nova Zelândia, e UFPR, Curitiba, PR

3) Edson Denobi
Adm. de Empresas, especialista em Gerenciamento e  Qualidade total.
Gestor Ambiental da Diretoria de Meio Ambiente da SANEPAR

Palestra: PROJETO PARANÁ EMISSÃO ZERO
Demerval Silvestre
Graduado em Administração de Empresas e em Estudos Sociais - FAFIPA
Pós Graduação em Gestão Ambiental – UEM
Diretor da Sociedade Rural do Noroeste do Paraná
Diretor do Sindicato Rural de Paranavaí

Fonte:
AI Abam

0 comentário