Milho: Preços são atrativos para produtor no MT, mas negociações são lentas

Publicado em 12/03/2013 10:07
576 exibições
O plantio de milho em Mato Grosso caminha para a reta final. A área plantada nesta semana atingiu 98%. Este momento coincide com um cenário de incertezas. O mercado vive agora um período de intensa especulação. Os preços que ainda estão em alta apresentaram queda essa semana. Se analisarmos a série histórica dos preços de milho, tem-se que a tendência, neste momento, é de início de queda. Isso pode ser provado visto que a média de preços entre os anos 2007 e 2012 entre os meses de março a julho apresentam queda. A diferença média entre o mês de fevereiro e março é de -5,7 p.p. Entre abril e março, seguem os mesmos 5,7%. De julho para abril, a diferença se agrava para 10,6 p.p em queda. Essa queda vai se acentuando com a aproximação do meio do ano devido à colheita das safras na América do Sul, aumentando a oferta de milho no mercado. Junto a isso, os custos com frete tendem a uma expectativa de aumento, diminuindo ainda mais a remuneração do produtor neste pico de safra. Além disso, as boas expectativas com a nova grande safra brasileira, têm tornado lentas as negociações em um momento em que os preços se encontram atrativos para o produtor. Embora alguns momentos sejam rentáveis para escoamento da safra, condições de mercado podem impedir que isso se concretize, como foi esse início de ano.

Confira o boletim completo no site do Imea
Tags:
Fonte: Imea

Nenhum comentário