Milho na semana: Poucos negócios e pressão baixista para os preços no mercado físico

Publicado em 12/04/2013 16:40 592 exibições
A semana para o mercado do milho brasileiro foi marcada por poucos negócios e preços entre estáveis e baixos. De acordo com informações da agência Safras & Mercado os compradores estão fora do mercado a fim de aproveitar a entrada da safra de verão e pressionar as cotações. 

Além do menor volume de compras, que impediu qualquer sustentação dos preços, o mercado refletiu ainda os números de oferta e demanda de abril do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) que aportaram elevação nos estoques finais de milho norte-americanos e recuo nas exportações do grão. 

Durante toda a semana, os preços no porto de Paranaguá operaram a R$25. Ontem (11), em Uberlândia (MG), a cotação comprador/vendedor ficou em R$24/R$24,50. Em Cascavel (PR), preços a R$20,50/R$21,50. Erechim (RS) cotação a R$25,50/R$26. Rondonópolis (MT) preços a R$18/R$19. Rio Verde (GO) saca a R$23,50/R$24,50. Na Mogiana (SP), cotações em R$24,50/R$25. Campinas CIF preços a R$26/R$26,50.
Tags:
Por:
Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário