Ano mal começou e os chineses compraram praticamente 100% do milho que MT embarcou e mais de 60% da soja

Publicado em 14/04/2014 09:10 803 exibições

Apesar das inseguranças do mercado em relação à sustentação do apetite chinês, pelo menos para Mato Grosso, 2014 segue regido pela demanda chinesa, que neste trimestre, se firmou novamente como a maior parceira econômica do Estado. De janeiro a março, praticamente 100% do milho produzido e exportado pelo Estado foi comprado por eles e pouco mais de 63% de toda soja em grão negociada teve como destino, a China. O número é positivo, mas a forte dependência preocupa produtores locais e a diversificação de mercado é pleito do Estado junto ao novo ministro da Agricultura, Neri Geller. 

Conforme números divulgados pelo Ministério da Agricultura, no meio da semana passada, Mato Grosso reduziu em cerca de 1% a receita gerada com as exportações dos produtos do agronegócio. Na comparação entre os primeiros trimestres de 2014 contra 2013, o faturamento passou de US$ 3,36 bilhões para US$ 3,33 bilhões. Apesar do saldo ligeiramente menor, a movimentação de soja foi novamente recorde. Cresceu 46% em cifras e 57% em volume comercializado. A receita acumulada de janeiro a março deste ano somou US$ 2,21 bilhões ante US$ 1,51 bilhão. Em toneladas, foram enviados 4,29 milhões ante 2,73 milhões na comparação entre os períodos. 

Leia a notícia na íntegra no site do Diário de Cuiabá.

Tags:
Fonte:
Diário de Cuiabá

2 comentários

  • Virgilio Andrade Moreira Guaira - PR

    Ainda há mercados que estão acordando agora para soja, milho etc,,, como India, Indonésia, Mianmar, Filipinas, Vietnam.... bom,, ai já dá mais de 2.000.000.000 de habitantes que estão começando a descobrir a proteina animal !! Nem falei de Africa que mais dia menos dia entra tambem nos mercados. Bom futuro para a agricultura + preservação do meio ambiente de forma racional.

    0
  • Virgilio Andrade Moreira Guaira - PR

    Espetacular o estado do Mato Grosso,, isto ainda sem logística e tudo.. Logo logo despontará como um dos 10 maiores pibs e arrecadador de impostos do Brasil. Vamos em frente. Integração lavoura + pecuária + florestamento e reflorestamento + agroindústria para agregar valor e por ai vai !! Tendo logistica ninguem segura.. !!

    0