Milho: Com problemas técnicos, 2º leilão de Pepro é interrompido

Publicado em 28/08/2014 10:43 e atualizado em 28/08/2014 12:06 763 exibições

Após problemas técnicos, o 2º leilão de Pepro (Prêmio Equalizador Pago ao Produtor) foi interrompido e deverá ser retomado ainda nesta quinta-feira (28), às 14h30 (horário de Brasília). No momento do ocorrido, a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) negociava o primeiro lote. 

Ao todo, serão ofertadas 1,75 milhão de toneladas de milho para produtores rurais e cooperativas dos estados de Mato Grosso, Goiás, norte de Mato Grosso do Sul, Oeste da Bahia, sul do Maranhão e sul do Piauí. 

Em relação aos prêmios que deverão ser pagos aos produtores, o valor mais alto é destinado à primeira região, Norte de Mato Grosso, com R$ 3,54, o número está abaixo do valor de abertura registrado no último leilão, realizado no dia 20, de R$ 4,06. Na região 2, Centro do Norte mato-grossense, o valor do prêmio oferecido também recuou de R$ 3,56, valor de abertura, para R$ 2,79.

Em contrapartida, a região 3, Centro Sul, registrou uma elevação no valor oferecido de R$ 1,96 para R$ 2,40. Na região 4, Nordeste, o valor também foi revisado para cima, de R$ 0,27 para R$ 2,73. Na contramão desse cenário, na região Sudeste, o valor de abertura baixou de R$ 0,64, no último leilão, para R$ 0,60.

Para o estado de Goiás, o valor do prêmio aumentou de R$ 1,09 para R$ 1,21. Mesma situação observada no Norte de Mato Grosso do Sul, onde, o valor registrou leve aumento, de R$ 1,62 para R$ 1,83. Já para as regiões do Oeste da Bahia, sul do Maranhão e sul do Piauí, incluídas na segunda operação, o valor de abertura foi definido em R$ 1,59 para cada localidade.

Em relação ao volume total ofertado, a maior quantidade de milho leiloada será o Mato Grosso, com 1,45 milhão de toneladas. Para as demais regiões, os volumes foram divididos em: região Norte, com 500 mil toneladas, região Centro Norte, 550 mil toneladas, Centro Sul, 250 mil toneladas, Nordeste, 100 mil toneladas e Sudeste com 50 mil toneladas.

GO e MS participarão do leilão com 75 mil toneladas cada. E o Oeste da BA, sul do MA e sul do PI, com 50 mil toneladas cada localidade.

Tags:
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

2 comentários

  • Renato Scariote Sapezal - MT

    Telmo. Realmente, já chegou a funcionar, hoje dificilmente consigo acompanhar.

    0
  • Telmo Heinen Formosa - GO

    Modéstia a parte, eu nem sou tão burro como pareço mas já sofri hoje tentando instalar um arquivo com a extensão .jnlp usado para assistir "online" o tal Leilão. Atualizei o Java para 1.7 e não sei das quantas, examinei o Fire-Wall e eis-me aqui sem acesso ao referido Leilão online. Fica para a próxima oportunidade.

    0