Milho: Focado no clima nos EUA, preços registram alta em Chicago e dez/14 alcança o patamar de US$ 3,30/bu

Publicado em 06/10/2014 13:03 216 exibições

As principais posições do milho negociadas na Bolsa de Chicago (CBOT) ampliaram os ganhos ao longo da sessão desta segunda-feira (6). Por volta das 12h32 (horário de Brasília), os vencimentos exibiam ganhos entre 6,00 e 6,25. O contrato dezembro/14 era cotado a US$ 3,29 por bushel, valor acima do registrado no fechamento do último pregão, de US$ 3,23 por bushel. 

De acordo com informações reportadas pelo site internacional Farm Futures, além de uma recuperação após as perdas recentes, o mercado também é impulsionado pelas previsões climáticas para os Estados Unidos. Para essa semana, a expectativa é que os produtores norte-americanos continuem enfrentando chuvas leves no Corn Belt. 

Já os mapas climáticos apontam para precipitações acima da média na maior parte das planícies do Sul e Central nos EUA, nos próximos 8 a 14 dias. As projeções, se confirmadas, deverão atrasar a colheita do milho norte-americano. Com isso, a perspectiva é que nesta segunda-feira, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) reporte a colheita em apenas 17%, conforme aposta dos participantes do mercado.

Na última semana, o departamento indicou a colheita em 12% da área cultivada em todo o país. Paralelo a esse cenário, o órgão também informou a venda de 210 mil toneladas do cereal para destinos não revelados. O volume deverá ser entregue na temporada 2014/15.

Enquanto isso, os embarques semanais totalizaram 883,54 mil toneladas de milho até a semana que terminou no dia 2 de outubro. O volume ficou bem acima do registrado na semana passada, de 601,82 mil toneladas. Até o momento, no acumulado do ano safra, o total é de 4.025,85 milhões de toneladas, frente as 2.378,30 milhões de toneladas observadas no ano comercial 2013/14 no mesmo período.

De acordo com analistas, a expectativa é que o mercado exiba uma recuperação quando a colheita norte-americana atingir 50%, já que com o atual patamar de preços, a tendência é que os agricultores retenham as vendas. Além disso, na última sexta-feira, o site DTN Progressive, divulgou que os produtores devem estar atentos ao contrato dezembro/14 até o final desse mês. Se o contrato terminar outubro acima dos US$ 3,19 por bushel, o mercado pode ter forças para esboçar uma reação.

Tags:
Por:
Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário