Alta do milho e queda no poder de compra do pecuarista

Publicado em 19/03/2015 10:52
214 exibições

Os preços do milho subiram 8,7% em março, em relação a fevereiro. Atrasos no plantio da segunda safra e o clima adverso em algumas regiões produtoras do Centro-Oeste deram sustentação aos preços.

Na região de Campinas, em São Paulo, a saca de 60 quilos está cotada em R$30,00, para entrega imediata. Apesar da alta, o pecuarista está pagando 7,8% menos pelo grão, na comparação com o mesmo período do ano passado.

Em São Paulo, atualmente é possível comprar 4,83 sacas de milho com o valor de uma arroba de boi gordo. O poder de compra do pecuarista diminuiu 7,6% em relação a fevereiro deste ano, mas ainda assim compra-se uma saca de milho a mais (26,1%), na comparação com março do ano passado.

Em curto prazo, as cotações devem se manter firmes. O dólar valorizado colabora com as vendas para o mercado externo. As incertezas com relação à produção na segunda safra dão sustentação aos preços no mercado brasileiro.

Tags:
Fonte: Scot Consultoria

1 comentário

  • Marcio Genciano dos Santos Ivaiporã - PR

    Se o pecuarista está reclamando agora, com os atuais patamares de preços, espere para ver no segundo semestre..., como sugestão busquem fazer HEDGE em bolsa para proteger (garantir) altas mais expressivas....

    0