Camex prorroga por mais de 90 dias período de isenção de imposto de importação para o milho

Publicado em 29/09/2016 09:01 e atualizado em 29/09/2016 14:51
382 exibições

A Camex (Câmara de Comércio Exterior) prorrogou por mais 90 dias o período de isenção do imposto de importação para o milho, segundo informou o site Valor Econômico. A renovação já era esperada pelo setor e foi decidida em reunião nesta quarta-feira (28).

Em abril desse ano, já havia sido aprovada a isenção do imposto de importação de milho, que tinha alíquota de 8%. A medida era para compras de até 1 milhão de toneladas do cereal fora do Mercosul, com validade de seis meses.

Na época, o Secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, André Nassar, disse que a medida iria atender a demanda dos criadores de aves, suínos e produtores de leite, que reclamavam dos preços altos do produto no mercado.  “A importação do grão, que serve de base para a alimentação animal, terá impacto positivo na cotação do milho no mercado interno".

Em entrevista ao Valor Econômico, o atual Ministro da Agricultura, Blairo Maggi, informou que a medida visa dar mais tempo para as empresas brasileiras importarem o cereal transgênico dos Estados Unidos. Recentemente, a CTNBio (Comissão Técnica Nacional de Biossegurança) aprovou o uso no Brasil de uma variedade transgênica da Monsanto. Porém, outras variedades ainda serão analisadas.

Confira a notícia na íntegra no site do Valor Econômico

Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário