Em Córdoba, Argentina, área de milho deve subir 18%; soja cai 6%

Publicado em 22/11/2016 08:54
173 exibições

Depois de realizar o levantamento da primeira semana do mês, a Bolsa de Cereais de Córdoba, província da Argentina, informou que deverá haver um aumento de 18% na área plantada de milho na safra 2016/17, chegando a 1.888.100 hectares.

Por outro lado, a soja, com 4.527.200 hectares, registrará uma queda de área de 6%. O sorgo, por sua vez, deve se manter estável em relação ao ano passado, por volta dos 122.200 hectares.

O Departamento de Informação Agroeconômica da Bolsa indicou que ainda há setores da província que apresentam complicações por conta de alagamentos e aumento dos níveis fréaticos, mas que a safra segue sendo plantada mesmo assim.

As regiões de Marcos Juárez e Unión são as mais afetadas pela água, com 30.000 hectares alagados, seguidos por Presidente Roque Sáenz Peña, San Justo e Juárez Celman, os quais somam 18.000 hectares alagados. Todos estão no centro e no sul de Córdoba.

As regiões que mais deverão crescer em superfície de milho são as localizadas no sul e no sudeste da província, devido, em grande parte, às boas condições hídricas que apresentam os solos.

Nesta nova safra, o milho de primeira safra representa 27% do total, mostrando um leve incremento em relação ao ano anterior.

Para a soja, há um avanço de plantio de 5% na província. A baixa da superfície da oleaginosa se dá por dois fatores: o preço do milho é mais atrativo, uma vez que não conta mais com as taxas de exportação e também por necessidade agronômica de rotação de culturas.

Com informações do La Nación

Por:
Izadora Pimenta
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário