Milho MT: preços dos contratos a termo devem ter cenário difícil daqui para frente, diz Imea

Publicado em 23/11/2016 07:04
270 exibições

As cotações do contrato a termo para julho/agosto de 2017, o mais líquido em Mato Grosso para a safra 16/17 no momento, têm apresentado valores superiores à paridade de exportação de milho para julho de 2017 por Paranaguá, que indica o possível preço pago para exportação do milho MT no porto neste período, considerando o dólar corrigido, o contrato a termo na CBOT e o prêmio de exportação.

Segundo o Instituto, nos últimos cinco meses a diferença do contrato a termo e da paridade chegou a R$ 11,78/sacas, sendo um dos motivos os reajustes baixistas do dólar e o do contrato para julho de 2017 na CBOT. Apesar disso, os valores do contrato a termo estão sendo bastante influenciados pelo alto preço do milho no mercado interno e que, no entanto, vem atuando em alguns momentos abaixo do preço mínimo de R$ 16,50/sacas, estipulado pela Conab desde julho de 2016.

Leia a notícia na íntegra no site Só Notícias.

Fonte: Só Notícias

0 comentário