Nova estimativa do Imea indica safra de milho em 25 milhões de toneladas em MT

Publicado em 06/12/2016 06:46 278 exibições

O Imea realizou em novembro a segunda previsão para a safra 2016/17 do milho em Mato Grosso. Nesta previsão, foi observado uma expectativa de aumento tanto na área cultivada do cereal quanto na produtividade, o que resultou em um aumento na estimativa de produção total de milho mato-grossense.

A área cultivada do cereal para a safra 16/17 ficou estimada em 4,42 milhões de hectares, o que representa aumento estimado em 4,13% ante a safra passada, que está sendo estimada em 4,25 milhões de hectares no Estado. Um dos principais motivos deste aumento no Estado foi devido ao adiantamento da semeadura da soja, o que irá apresentar um potencial de semeadura dentro da janela maior quando comparada a safra passada. Porém, vale ressaltar que à necessidade ainda da consolidação dos dados de área via satélite para a safra 15/16, o que poderá ocorrer modificações na safra 16/17.

Apesar de parte dos produtores mato-grossenses apresentarem dificuldades para investir neste novo ano agrícola em virtude da quebra de safra 15/16, há uma parcela que apresentaram expectativas de melhorias no investimento na cultura do milho. Assim, este fator atrelado com a melhor janela de semeadura do milho e uma expectativa de um clima bom, fez com que a segunda estimativa projetasse um rendimento a campo no estado a cima do que foi visto no último levantamento,sendo estimado em 96,7 sacas por hectare, valor 30,32% maior do que foi visto na safra passada. Contudo, os fatores climáticos prejudicaram a safra 15/16 no Estado, e se compararmos a produtividade da nova estimativa da 16/17 com à média da safra 11/12 até 14/15 (quatro safras) este valor fica 4,6 sacas por hectare a baixo.

Com estas novas estimativas de área e produtividade, a produção foi elevada para 25,037 milhões de toneladas, um aumento em 7,00% ante a estimativa realizada em setembro, quando apresentava um valor total de 23,297 milhões.

Fonte:
Imea

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário