Argentina utilizará energia elétrica proveniente do milho a partir deste ano

Publicado em 02/02/2017 09:45
198 exibições

Este ano, pela primeira vez na história argentina, a energia alimentada por biocombustível proveniente da decomposição anaeróbica de derivados do milho começará a ser introduzida na rede elétrica do país vizinho, informou a AACREA (Associação Argentina de Consórcios Regionais de Pesquisa Agrícola).

O feito será protagonizado pela Bioléctrica, uma empresa que é produto da associação de um grupo de empresários agropecuários de Córdoba, que em 2012 haviam inaugurado a primeira empresa produtora de etanol à base de milho, chamada Bio4.

A Bioeléctrica está localizada em Río Cuarto (Córdoba) e conta com uma capacidade instalada de 1,0 MW. A mesma será ampliada neste ano para duplicar essa capacidade. Além disso, uma unidade adicional na zona foi montada para cobrir os 3,20 MW solicitados pelo Ministério de Energia e Minas da Nação.

Outras sete plantas em Salta, Buenos Aires, San Luis e Córdoba também estão sendo consideradas.

Tradução: Izadora Pimenta

Fonte: Infocampo

Nenhum comentário