Em Chicago, milho inicia 5ª feira com ligeiras quedas e segue focado nas chuvas no Meio-Oeste

Publicado em 04/05/2017 09:16 e atualizado em 04/05/2017 12:08
181 exibições

Na Bolsa de Chicago (CBOT), os futuros do milho começaram o pregão desta quinta-feira (4) com leves quedas. Por volta das 8h50 (horário de Brasília), os vencimentos do cereal exibiam perdas entre 2,25 e 2,50 pontos. O contrato maio/17 era cotado a US$ 3,64 por bushel, enquanto o julho/17 trabalhava a US$ 3,72 por bushel. O setembro/17 era negociado a US$ 3,80 por bushel.

Com a atenção voltada ao clima no cinturão produtor de milho nos EUA, o mercado voltou a  testar o lado negativo da tabela após encerrar o dia anterior com ligeiros ganhos. Até o momento, as previsões climáticas ainda indicam chuvas para o Meio-Oeste do país entre hoje e amanhã.

"Há agora um grande ponto de interrogação sobre e como os agricultores poderão voltar rapidamente aos seus campos. Os meteorologistas ainda esperam mais chuvas entre hoje e amanhã", disse Madeleine Donlan no Banco a Commonweath da Austrália, em entrevista ao Agrimoney.com.

Porém, "um padrão mais seco deve ser registrado a partir deste final de semana" e, que é esperado para ajudar o progresso do plantio na próxima semana. Conforme dados do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), em torno de 34% da área foi semeada até o último domingo.

Ainda nesta quinta-feira, o USDA traz seu novo reporte de vendas para exportação, importante indicador de demanda. Na semana anterior, o número ficou em 987,9 mil toneladas do cereal.

Veja como fechou o mercado nesta quarta-feira:

>> Em meio à possibilidade de replantio nos EUA, milho encerra sessão desta 4ª feira em alta na CBOT

Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário