Milho: Futuros tem nova alta na CBOT com suporte da soja e expectativas com relatório do USDA

Publicado em 02/11/2018 18:13 e atualizado em 05/11/2018 09:41
555 exibições

LOGO nalogo

Os futuros do milho na Bolsa de Chicago (CBOT) encerraram a sessão desta sexta-feira (02) com altas de mais de 4 pontos. O mercado foi sustentado pelo avanço da soja, com expectativas de melhora nas tensões entre Estados Unidos e China, e à espera do relatório do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos).

O vencimento dezembro/18 teve alta de 4,50 pontos, a US$ 3,71 por bushel e o março/19 avançou 4,50 pontos, cotado a US$ 3,83 por bushel. Apesar da valorização, durante a sessão, em momentos de ajustes, o mercado do cereal chegou a trabalhar do lado vermelho da tabela.

A soja teve mais um dia de alta no terminal externo e contribuiu para o impulso do milho. Com a declaração do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de conversas com a China, operadores esperam uma maior flexibilização nas tensões comerciais entre os dois países.

Além disso, segundo reportou a Reuters internacional, o mercado do cereal também teve suporte durante a sessão da expectativa de redução nas estimativas de rendimento da safra americana no relatório de oferta e demanda do USDA, a ser divulgado na próxima semana.

"Algumas áreas do Meio-Oeste [dos Estados Unidos] foram atingidas pelo mau tempo durante a colheita", informou a agência internacional de notícias.

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) informou, na manhã desta sexta-feira, a venda de 200,9 mil toneladas de milho para o México. O volume é todo da safra 2018/19.

Leia mais:
» USDA informa venda de 200,9 mil t de milho para o México

Nesta sexta-feira, é feriado de Finados no Brasil. Com isso, as praças de comercialização do milho não funcionam e retomam os negócios apenas na próxima segunda-feira (05).

» Clique e veja as cotações completas do milho

Tags:
Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário