Milho: Semana começa com leves baixas, próximas da estabilidade na Bolsa de Chicago

Publicado em 14/01/2019 09:34 e atualizado em 14/01/2019 12:15
105 exibições

LOGO nalogo

O primeiro dia da semana começa com os valores futuros do milho apresentando leves quedas, muito próximas da estabilidade na Bolsa de Chicago. Dessa maneira, as principais cotações registram desvalorizações entre 0,25 e 0,75 pontos por volta das 09h17 (horário de Brasília) nessa segunda-feira (14). O vencimento março/19 era cotado à US$ 3,77 por bushel e o maio/19 valia US$ 3,86.

Segundo análise de Bem Potter da Farm Futures, a falta da publicação do relatório de Estimativas Mundiais de Oferta e Demanda Agrícola, programado para o final da semana passada, levaram os analistas a oferecerem estimativas do que eles acham que o último lote de dados do USDA acabará revelando. Isso inclui as estimativas finais de produção de milho nos Estados Unidos em 2018, de 14,538 bilhões de bushels colhidos em 81,668 milhões de acres, para rendimentos médios de 178 bushels por acre. Os totais são um pouco mais baixos do que as estimativas de produção anteriores do USDA de 14,626 bilhões de bushels.

Usando imagens de satélite e outras tecnologias, a empresa de tecnologia Indigo também divulgou algumas estimativas adicionais para o potencial de produção de milho do Brasil, projetando uma queda de 5,1% (193 milhões de bushels) em relação às estimativas de dezembro. Em contraste, a Indigo estima que a produção de milho da Argentina subiu 1,1%, ou 19,7 milhões de bushels.

Confira como fechou o mercado do milho na última sexta-feira:

>> Milho: Semana chega ao fim com preços em alta na Bolsa de Chicago

Tags:
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário