Antes da divulgação do relatório do USDA, milho permanece estável em Chicago

Publicado em 29/03/2019 09:26 e atualizado em 29/03/2019 12:33
115 exibições

LOGO nalogo

A sexta-feira (29) começou com estabilidade e pequenas desvalorizações nos preços internacionais do milho futuro na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registravam quedas entre 0,75 e 1 e ponto por volta das 09h11 (horário de Brasília).

O vencimento maio/19 era cotado a US$ 3,73, o julho/19 valia US$ 3,82 e o setembro/19 era negociado por US$ 3,89.

Quem segue dando as cartas no mercado internacional são as expectativas de agentes antes da divulgação do novo relatório do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) nesta sexta-feira.

Bryce Knorr da Farm Futures, coloca o fornecimento de milho na metade do ano de comercialização de 2018 em 8,276 milhões de bushels (210.218 toneladas), um pouco abaixo da estimativa média de mercado devido ao melhor uso de ração para o inverno.

A faixa de estimativas de área plantada está mais próxima, em parte porque o USDA declarou em fevereiro que espera que os agricultores plantem 92 milhões de acres (37,2 milhões de hectares) este ano. Essa suposição foi feita usando teorias econômicas, não a metodologia de pesquisa que o governo usa para março.

A pesquisa da Farm Futures divulgada na semana passada elevou a área plantada em 90,9 milhões, também um pouco menos que a estimativa média dos analistas consultados pela Bloomberg.

Confira como fechou o mercado na última quinta-feira:

>> No aguardo dos novos dados do USDA, milho fica estável em Chicago

Tags:
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário