Milho: Mercado futuro segue com ligeiras perdas nesta 2ª feira na CBOT

Publicado em 04/11/2019 12:58 e atualizado em 04/11/2019 17:14
157 exibições

LOGO nalogo

Nesta segunda-feira (04), as cotações do milho estão trabalhando com ligeiras perdas na Bolsa de Chicago (CBOT). Por volta das 12h41 (Horário de Brasília), os principais vencimentos operam com quedas de 2,00 pontos. O contrato Dezembro/19 operava a US$ 3,87 por bushel,  o Março/20 estava cotado a US$ 3,96 por bushel e o maio/20 trabalhava a US$ 4,02 por bushel.  

Segundo as informações da Farm Futures, os preços do milho estão operando com desvalorizações por conta do relatório do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) nesta sexta-feira. “Embora as novas estimativas provavelmente mostrem menor produção, a agência também pode reduzir sua previsão de demanda”, informou Bryce Knorr. 

As projeções da Labhoro corretora apontam que o percentual colhido do milho fique em torno de 57% a 58%, contra os 41% divulgados na semana passada.  Para o próximo ano comercial, o USDA afirmou que os produtores norte americanos devem expandir o plantio de soja e milho, e reduzir o plantio de trigo. “O plantio de milho é estimado em 94.5 milhões de acres (contra 89.9 milhões)”, destacou a Labhoro. 

Mercado interno

Na Bolsa Brasileira (B3), as cotações futuras para o cereal operam com desvalorizações nos principais contratos. Por volta das 12h57 (Horário de Brasília), o vencimento novembro/19 era cotado à R$ 41,89 a saca, com queda de 1,29%, enquanto, o janeiro/20 operava a R$ 43,05 com perda de 0,19%. 

De acordo com o Radar Investimentos, o volume de ofertas do cereal aumentou desde meados da semana anterior no mercado físico paulista. Além disto, a dinâmica do dólar também tem influenciado o apetite externo nos últimos dias.

Tags:
Por: Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário