Milho começa a semana estendendo ganhos na B3, após subir 5% na semana

Publicado em 28/09/2020 09:35 e atualizado em 28/09/2020 11:54 505 exibições
Chicago abre a 2ªfeira caindo aguardando o USDA

LOGO nalogo

A segunda-feira (28) começa com os preços futuros do milho subindo na Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações registravam movimentações positivas entre 0,63% e 0,80% por volta das 09h28 (horário de Brasília).

O vencimento novembro/20 era cotado à R$ 63,93 com ganho de 0,69%, o janeiro/21 valia R$ 64,26 com valorização de 0,80%, o março/21 era negociado por R$ 64,00 com elevação de 0,63% e o maio/21 tinha valor de R$ 60,10 com estabilidade.

Os contratos do cereal brasileiro seguem seu caminho de alta após fecharem a semana anterior acumulando valorizações de 5,33% para o novembro/20, de 5,23% para o janeiro/21, de 5,30% para o março/21 e de 3% para o maio/21.

Mercado Externo

Já os preços internacionais do milho futuro começaram a semana caindo na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registravam movimentações negativas entre 2,25 e 2,75 pontos por volta das 09h22 (horário de Brasília).

O vencimento dezembro/20 era cotado à US$ 3,62 com desvalorização de 2,75 pontos, o março/21 valia US$ 3,71 com perda de 2,25 pontos, o maio/21 era negociada por US$ 3,76 com baixa de 2,25 pontos e o julho/21 tinha valor de US$ 3,80 com queda de 2,25 pontos.

Segundo informações do site internacional Successful Farming, os futuros do milho foram menores no comércio da madrugada em meio à pressão contínua da colheita nos Estados Unidos.

A única chuva que caiu no cinturão do milho na semana passada foi em partes do leste de Minnesota e Wisconsin, de acordo com o Serviço Meteorológico Nacional. “O tempo seco em grande parte do Meio-Oeste na semana passada provavelmente ajudou a acelerar a coleta de milho”, destaca o analista Tony Dreibus.

De acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), 8% da safra norte-americana de milho haviam sido colhidas até o final da semana passada. Outros 59% da safra de milho dos EUA estavam maduras no início da semana, à frente dos 49% normais para esta época do ano.

O USDA atualizará seu relatório semanal de progresso da safra esta tarde trazendo novos dados de colheita e desenvolvimento das lavouras.

Relembre como fechou o mercado na última segunda-feira:

>> Milho: atraso no plantio pesa e preços sobem no Brasil nesta sexta-feira

Tags:
Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário