Argentina já plantou 24% da safra de milho e algumas regiões enfrentam dificuldades climáticas

Publicado em 09/10/2020 14:13 89 exibições

O Ministério de Agricultura, Pecuária e Pesca da Argentina divulgou seu informe semanal de estimativas agrícolas revisando atualizando seus dados para a safra de milho 2020/21. Segundo a publicação, os trabalhos de plantio da nova safra seguem avançando pelo país e já atingem 24% do total.

Este índice avança cinco pontos percentuais com relação a semana anterior e fica um ponto a frente do que era registrado neste período para a safra anterior 2019/20.

As regiões mais adiantadas são Rosario Del Tala (93%), Entre Rios (92%), Paraná (90%), Cañada de Gómez (80%), Rafaela (79%), Casilda (75%) e Venado Tuerto (72%). A expectativa é de uma semeadura total de 9.440.461 hectares, registrando decréscimo de 1,3% com relação aos 9.461.670 hectares da safra 2019/20.

A publicação destaca ainda, o plantio avançou rápido na região de Buenos Aires após as fortes chuvas da semana passada.

“m relação ao surgimento da cultura, várias condições foram relatadas, dependendo da data de semeadura e da intensidade das chuvas recebidas no lote. As primeiras semeadas já surgiram, conseguindo uma boa implantação e início de safra”, diz o Ministério.

Na região de Córdoba a semeadura precoce do milho avança lentamente na delegação de Laboulaye esperando por mais umidade. Na delegação de Marcos Juárez, o plantio começou com as chuvas de setembro, mas não receberam mais água, estando com 50% emergidos com algumas folhas. Já na delegação de São Francisco, o milho precoce semeado em lotes específicos com água no perfil ou sob irrigação, estão emergindo e nos primeiros estágios vegetativos sem problemas significativos.

Em Entre Rios a semeadura do primeiro milho está praticamente terminada, com muitas observações de eclosões uniformes, mas ainda é significativo o relato de lotes com menor estande de plantas alcançado. “Isso ocorreu devido à falta de umidade no canteiro, juntamente com dias frios e geadas tardias. Os lotes variam desde a emergência até duas a três folhas desdobradas”, explica.

O preparo do solo e o plantio de lotes com milho precoce continuam a se desenvolver em La Pampa. Até o momento, o avanço da semeadura é de 8% da área total estimada da cultura, enquanto que na mesma data da campanha anterior ainda não haviam iniciado.

Já na região de Santa Fé, apesar do lento surgimento das plantas em função das baixas temperaturas registradas, a zona Centro-Norte observou boa germinação e evolução dos lotes. Na área da delegação Casilda, mais de 80% da área semeada já emergiu, com uma boa conformação do estande inicial em quase toda a área coberta.

Tags:
Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário