Milho segue caindo tanto na B3 quanto em Chicago nesta quarta-feira

Publicado em 28/10/2020 11:51 e atualizado em 28/10/2020 16:42 812 exibições
Comerciantes realizam lucros após altas dos últimos dias

LOGO nalogo

A quarta-feira (28) segue negativa para os preços futuros do milho na Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações registravam movimentações de baixa entre 1,51% e 2,18% por volta das 11h49 (horário de Brasília).

O vencimento novembro/20 era cotado à R$ 83,04 com queda de 2,16%, o janeiro/21 valia R$ 83,51 com desvalorização de 2,18%, o março/21 era negociado por R$ 82,44 com perda de 1,80% e o maio/21 tinha valor de R$ 76,50 com baixa de 1,51%.

Os contratos do cereal brasileiro recuam nesta quarta-feira após registrarem ganhos de 1,7% no fechamento da última terça-feira, de acordo com os dados da Agrifatto Consultoria.

Mercado Externo

Os preços internacionais do milho futuro também mantiveram sua trajetória de baixa na Bolsa de Chicago (CBOT) nesta quarta-feira. As principais cotações registravam movimentações negativas entre 7,25 e 9,50 pontos por volta das 11h38 (horário de Brasília).

O vencimento dezembro/20 era cotado à US$ 4,06 com desvalorização de 9,50 pontos, o março/21 valia US$ 4,08 com perda de 8,75 pontos, o maio/21 era negociado por US$ 4,09 com queda de 8,00 pontos e o julho/21 tinha valor de US$ 4,10 com baixa de 7,25 pontos.

Segundo informações do site internacional Farm Futures, os futuros do milho caíram com os comerciantes lucrando com as altas de 14 meses de ontem. Os traders também estavam preocupados com a baixa demanda de exportação da China nos últimos dias.

Ainda nesta quarta-feira, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) informou a venda de 207 mil toneladas de milho dos EUA para a Coréia do Sul.

Tags:
Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário