Mato Grosso do Sul já vendeu 70% da última safra de milho; preço da saca vai à R$ 73,50 no estado

Publicado em 11/11/2020 15:13 618 exibições

LOGO nalogo

A Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária do Mato Grosso do Sul) divulgou seu Boletim Semanal da Casa Rural seguindo o acompanhamento da comercialização da safra de milho 2019/20 no estado.

De acordo com o levantamento, até o momento os produtores sul-mato-grossenses já negociaram 70%  das 10,618 milhões de toneladas produzidas nos 1895 milhão de hectares cultivados.

Enquanto isso, o preço da saca do milho, em MS, valorizou 6,15% entre 03 a 06 de Novembro de 2020. O cereal encerrou o período negociado a R$ 73,50. Quanto ao preço médio do mês de novembro cotado a R$ 72,19, no comparativo com novembro do ano passado, houve avanço nominal de 118,95%, quando o cereal havia sido cotado, em média, a R$ 32,97/sc.

“As cotações do milho no mercado interno seguem evoluindo no Brasil pressionadas pela baixa disponibilidade doméstica, a posição firme de vendedores e a demanda aquecida”, destaca a Famasul.

Entre janeiro e outubro, o estado já registrou 1,2 milhão toneladas de milho exportadas, contabilizando US$ 211 milhões de faturamento. No comparativo com igual período de 2019 houve queda de 43,41% no volume e retração de 45,06% na receita.

“Essa baixa exportação sul-mato-grossense no período decorre da ausência de estoque de passagem, uma vez que em 2019 Mato Grosso do Sul atingiu o recorde de exportação de milho 2ª safra em ano civil com um volume de 2,655 milhões de toneladas”, explica o relatório.

O Japão foi o principal destino das exportações de milho sul-mato-grossense até outubro de 2020, respondendo por US$ 62,2 milhões e 29,45% do total, outro destaque é Taiwan com US$ 29,4 milhões e 13,94% do total.

Tags:
Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário