Milho segue em alta na B3 acompanhando Chicago

Publicado em 23/11/2020 11:52 e atualizado em 23/11/2020 17:11 446 exibições
CBOT sobe apostando em menos oferta

LOGO nalogo

A segunda-feira (23) segue sendo de recuperação para os preços futuros do milho na Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações registravam movimentações positivas entre 0,46% e 1,66% por volta das 11h35 (horário de Brasília).

O vencimento janeiro/21 era cotado à R$ 80,04 com valorização de 1,66%, o março/21 valia R$ 79,99 com ganho de 1,660%, o maio/21 era negociado por R$ 74,49 com elevação de 0,46% e o julho/21 tinha valor de R$ 67,10 com estabilidade.

Os contratos do cereal brasileiro sobem seguindo as movimentações internacionais na Bolsa de Chicago (CBOT) e com o dólar registrando leve alta ante ao real neste início de semana. Por volta das 11h52 (horário de Brasília), a moeda americana era cotada à R$ 5,39 com elevação de 0,18%.

Mercado Externo

Os preços internacionais do milho futuro se mantiveram elevados na Bolsa de Chicago (CBOT) nesta segunda-feira. As principais cotações registravam movimentações positivas entre 4,00 e 5,25 pontos por volta das 11h38 (horário de Brasília).

O vencimento dezembro/20 era cotado à US$ 4,27 com alta de 4,00 pontos, o março/21 valia US$ 4,33 com elevação de 5,00 pontos, o maio/21 era negociado por US$ 4,36 com ganho de 5,25 pontos e o julho/21 tinha valor de US$ 4,36 com valorização de 5,25 pontos.

Segundo informações do site internacional Farm Futures, os futuros do milho seguiram a liderança da soja, em alta esta manhã, com força subjacente proveniente de estimativas de oferta restritas e taxas de uso estáveis.

“Os futuros do milho para dezembro estão sendo negociados atualmente em sua maior alta nos últimos 18 meses. Mas esse é o topo? Acredito que os estoques ficarão ainda mais apertados devido em grande parte à demanda chinesa”, diz Jim McCormick, da AgMark.

Tags:
Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário